Manifesto a favor da publicidade para crianças

Tem gente querendo proibir a publicidade para a molecada. Tem gente aplaudindo. É o Conanda (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente). Sua resolução número 163 proíbe a propaganda e a publicidade direcionadas a crianças e adolescentes. O órgão é composto por entidades da sociedade civil e ministérios do governo federal. A resolução diz que “a prática do direcionamento de publicidade e comunicação mercadológica à criança com a intenção de persuadi-la para o consumo de qualquer produto ou serviço” é abusiva e, portanto, ilegal.

A falsa inocência

É burrice proibir a propaganda para crianças, elas não devem ser afastadas do mundo real.

Artigo de Walcyr Carrasco [jornalista, autor de livros, peças teatrais e novelas de televisão].

2º Fórum Brasileiro da Indústria de Alimentos

No dia 11 de abril de 2014, foi realizado no Hotel Mercure em Goiânia-GO, o 2º Fórum Brasileiro da Indústria de Alimentos. Promovido pelo promovido pelo LIDE – Grupo de Líderes Empresariais, presidido e LIDE GOIÁS, com o apoio da ABIA – Associação Brasileiras das Indústrias da Alimentação, o evento, que contou com 250 participantes, foi aberto e encerrado pelo governador de Goiás, Marconi Perillo. Foram debatidos temas diversos, como a importância estratégica da produção de alimentos e o papel do Brasil nesse contexto, além de propostas de soluções para compatibilizar o abastecimento doméstico com as demandas internacionais por alimentos. (INTRODUÇÃO).

País deve reduzir consumo de sódio pela população até o ano de 2020

Nos dias 28 e 29 de janeiro de 2014, foi realizada no Hotel Sheraton WTC em São Paulo, a Assembléia Geral da IFBA- International food & Beverage Alliance (https://www.ifballiance.org/‎). A IFBA foi criada em 2008 pelos CEOs de grandes empresas multinacionais do setor de alimentos e bebidas não alcoólicas (Coca-Cola, Ferrero, General Mills, Grupo Bimbo, Kellog’s, Mars, Mc Donalds, Mondelez International, Pepsico e Unilever), com o objetivo de promover ações voluntárias de acordo com a Estratégia Global em Dieta, Atividade Física e Saúde da Organização Mundial de Saúde – OMS.