Setor
30/01/2018
Escrito por UOL - Blogs - Blog da Lúcia Helena
Nem culpe os industrializados: somos nós que colocamos sal demais na comida

UOL - Blogs - Blog da Lúcia Helena - 30/01/2018

A gente não toma jeito e continua fazendo a receita da Organização Mundial de Saúde desandar. Se fosse pela OMS, cada um de nós consumiria apenas 5 gramas de sal por dia, pitadas que, por sua vez, entregariam ao organismo o equivalente a 2.000 miligramas de sódio. Mas não!

Com a mão pesada na hora de temperar, o brasileiro consome 12 gramas do condimento todo santo dia, mais do que o dobro do recomendado. No Nordeste do país, então, esse consumo alcança 15 gramas diários. E os hipertensos, justamente os que deveriam ficar mais espertos, ah, esses ingerem cerca de 17 gramas de sal, dia após dia, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia. Não é de se estranhar, aliás, que um em cada três adultos no Brasil viva com a pressão nas alturas. E que — ô, tristeza… — 3% das crianças já seja hipertensas.

Consigo ver, na pontinha da sua língua, o comentário: “pudera, as pessoas se entopem de comer alimentos industrializados cheios de sódio”. Pode até ser… Mas encare que 70% do sódio que a gente engole vem mesmo é do saleiro de casa e do buffet executivo nos almoços perto do trabalho. Precisamente, 71,5% do sódio está na comida caseira. Ou é aquela história: a pessoa prepara o arroz, receita de mãe, só que, em nome de uma praticidade, refoga tudo naquele condimento pronto carregado de sal.

https://luciahelena.blogosfera.uol.com.br/2018/01/30/nem-culpe-os-industrializados-somos-nos-que-colocamos-sal-demais-na-comida/





COMPARTILHE
 
VOLTAR